29 de maio de 2016

Foto: ProsaSuzana

Na quinta-feira, dia 19 de Maio, o dia começou sem grandes expectativas. Coloquei um moletom quentinho, uma calça legging e minhas botas coturno, e fui trabalhar. Antes mesmo do almoço recebi um convite: Essa noite, teatro Renalt, espetáculo musical, no camarote, de graça. Quase pulei de alegria! Uma das minhas maiores vontades era assistir à uma apresentação em um teatro grande, mas nunca imaginei que teria essa oportunidade em uma simples tarde de quinta-feira, e ainda de camarote! Arrumei o que pude arrumar e fui, junto à duas colegas de serviço e minha chefe, que havia ganhado os ingressos por ser cliente Cielo.


O Teatro Renalt é um lugar maravilhoso, perfeito para comportar grandes apresentações, como essa da Broadway, Lá do camarote podemos ver que toda a música é feita ao vivo, pelos músicos da orquestra que tocam bem abaixo do palco. O espetáculo era longo, durou 3 horas mais ou menos, separadas por um pequeno intervalo.


A história começa com os habitantes de Oz celebrando a vitória sobre a Bruxa Má. Mas como sempre é bom questionar, um habitante grita "é verdade que a princesa Glinda já foi amiga da Bruxa?". Todos os habitantes acham um absurdo essa afirmação, mas Glinda consente em contar toda a verdade. Aí a história se inicia: no colégio Glinda, uma jovem linda e popular conhece Elphaba, muito esperta e que nasceu com a pele verde esmeralda.

A partir de então, seguido de muita música, encenação, danças e magia, o musical conta o outro lado da história, os segredos que levaram a incompreendida Elphaba a se tornar a Bruxa Má, num enredo ao mesmo tempo engraçado, trágico e emocionante. A história da cidade de Oz sempre me chama muita atenção por deixar muito nítido o quanto o povo busca nas autoridades sua paz e fortaleza, se tornando sensível ao Governo que é capaz de fazer com que qualquer mentira se torne uma agradável verdade.

Para quem ainda não conhece a história, recomendo a leitura do clássico O Mágico de Oz, que relata a saga de Dorothy em busca de seu lar, depois que teve sua casa atingida por um ciclone e acabou na Terra de Oz. E também a assistir a releitura da da história intitulada Oz, Mágico e Poderoso (2013), que irá contar como Oz conseguiu chegar ao poder da Terra de Oz. O musical complementa ainda mais essa história mágica, não só falando sobre a Bruxa, mas sutilmente mostrando como "nasceu" o Homem de Lata, o Espantalho e até o incidente na casa de Dorothy.

Foi uma noite muito divertida, e com certeza a organização do teatro, com ótimo atendimento, som, iluminação e conforto, contribuíram com isso. Já quero voltar lá! ♥

Fica a dica: Para quem é de São Paulo, a temporada desse espetáculo vai até dia 31 de Julho de 2016, sessões de quintas a domingos, com horários diversos. O preço do ingresso também varia: de R$ 25 a R$ 280.

Me siga no Instagram.

Instagram



Começo essa postagem com uma frase muito reproduzida no ultimo mês: "O Brasil não é para amadores". Realmente, a situação está cruel, o dia-a-dia está cada vez mais maçante e nossa juventude está atordoada. E pensando nisso cheguei a conclusão de que a arte é nossa válvula de escape. Lutar sem deixar que coisas ruins nos corroam por dentro é difícil, mas é muito necessário. E eu vejo que arte é mais que um quadro ou uma poesia, é um modo de ver a vida: com empatia, com amizade, com gratidão. Através desse post quero que venham comigo receber o que meus amigos nos presentearam nas ultimas semanas:

Empreendedorismo:

Leitores mais antigos sabem que conheci a Jhully Inácio através de seu livro Nós de Saudade e desde então fortalecemos nossos laços de amizade. Muitos projetos aconteceramm após seu primeiro livro, como o Entre Versos e Palavras, a empresa Papel Machê e agora a Petit Choco. A característica comum entre projetos tão diversos é a delicadeza e o amor depositados neles. Tão nítido que virou noticia no Jornal Espirito Santo Tv, da Globo.


Nos últimos dias tirei um tempinho para conferir como estavam meus amigos que começaram junto comigo na Blogsfera nos anos de 2011 e 2012, e fiquei sentimental ao ver como as coisas estão diferentes nos dias atuais! Mas merece destaque o blog de um cara que foi leitor assíduo do blog, o Rafael Nascimento. Nós trocávamos muitas dicas no inicio, e eu fiquei muito contente ao notar a evolução de seu blog. Sei que não foi fácil, mas é maravilhoso ver o resultado de tanto empenho depositado no (finalmente): Arquiteto Versátil.

Música:

No ano de 2015 fiz um curso de Marketing que me permitiu esbarrar com talentos e projetos incríveis, uma turma com uma energia pelo qual me identifiquei muito. O curso acabou, e nós continuamos criando, inventando e apostando no que acreditamos. Por isso fiquei muito feliz ao ver o vídeo clipe oficial da banda "Magia Brasileira", pois tive a oportunidade de ver pessoalmente o Vinicius cantar e compartilhar conosco seus sonhos, e aí está mais um resultado incrível de muitos deles:



Também nos anos do colégio estive muito envolvida com a música, seja na escola, seja na igreja, aqui no meu bairro. E há pouco tempo me deparei com composições de amigos que estiveram ao meu lado e que me orgulham muito ver o crescimento e a parceria, que refletem positivamente no youtube, com mais de 10 mil visualizações:



Literatura:

Conheci os textos do Carlos Patrício quando ele me apresentou seu primeiro livro, intitulado Delirium. Fiquei muito empolgada para ler e compartilhar com meus amigos, mas mal estou acabando o primeiro, ele já lançou outro livro! Já deixei reservado o meu exemplar: Provocações Reflexivas e Reflexões Provocativas.


Quem me segue no intagram viu essa notícia, mas não podia também de deixar registrado aqui no blog, o lançamento do livro/homenagem "85 vezes Silvio Santos", que teve a participação do meu colega de serviço lá da Livraria, o cartunista William Martins.

Arte:

Outro antigo leitor assíduo do blog que está cada vez mais se destacando é o Rafa Brites. No inicio ele postava pequenos textos em seu antigo blog, e em seguida começamos a trocar alguns contos para ler e dar nossas opiniões/criticas, sempre com um apoio e admiração mutua. Acompanhei de perto, em sua vida e através de seus textos, sua libertação para com o mundo, lindamente retratada no projeto Fotográfico "Desconstrução: Para uma vida verdadeira", em parceria com o fotografo Jefe Fascio.


Para finalizar, não podia esquecer que o William não é apenas cartunista, pois ele tem um repertorio artistico que não se restringe apenas à isso. Então convido vocês a conhecerem suas telas e suas xilogravuras expostas no site William MR.

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco sobre meus colegas. Deixem nos comentários trabalhos que também valem a pena ser compartilhados aqui!
Gratidão. ♥

22 de maio de 2016

"A vida anuncia que renuncia a morte."



Na sexta do dia 13 de Maio, estive com minhas primas no show de comemoração do novo álbum da banda O Teatro Mágico, que acompanho há alguns anos. Mesmo sendo sexta-feira, e sabendo que trabalharia o dia seguinte em horário normal, não pude perder a oportunidade de ver de perto a magia e a poesia da arte final do grupo, feito de brinde. Na verdade, foram dois shows em uma noite: primeiro, Nando Reis se apresentou com sua banda, em um show completo de rock com uma pegada country mais pesada, um clima muto bom. E bem mais tarde começou nossa atração principal: O Teatro Mágico!!


O show começou com a música "O Anjo mais Velho", com muito amor e animação. E ao longo da apresentação eles intercalaram músicas antigas com as do novo cd Allehop. O novo álbum está com batidas dançantes e menos rock pesado, mas com a mesma essência nas letras marcantes e poéticas. Senti um pouco de falta de riqueza de detalhes em todo o figurino e na decoração do ambiente, pois tinha muita expectativa quanto à isso. Mas durante o show o vocalista falou sobre política, golpe, homofobia e amor. A performance das dançarinas refletiu muito liberdade, livre expressão, revelar-se, e ser você mesmo da forma que é, sendo feliz assim. O que no final compensou a falta de elementos muito visuais e que pouco acrescentariam à essa mensagem tão simples e bela de compreendermos.

"Em briga, sorrimos para nossos adversários para confundi-los. Lembre-nos: A briga tem hora para acabar, mas a luta é para a vida inteira"


Foi uma noite divertida, mas dois shows na mesma noite acabou cansando um pouco a galera, fazendo com que muitos fossem embora, ou se afastando do palco no final, até porque já era por volta de 4h da manhã (imagina para quem como eu trabalharia ainda sábado kkk). Mas o show acabou com o vocalista nos dizendo "que vocês saiam emanando amor!". E assim espero que tenhamos feito. Pois não há nada mais puro que um coração que emana amor no dia-a-dia.

"Viva a tua maneira
Não perca a estribeira
Saiba do teu valor
E amanheça brilhando mais forte
Que a estrela do norte
Que a noite entregou!"

17 de maio de 2016

- "Você pode até sorrir, mas no final vai chorar"



Não tenho fé em política. Por isso estou sempre à escuta. E quando me dei por conta, estavam todos vidrados na tv assistindo a uma votação. "Será que o Brasil joga hoje?" - pensei. Não era futebol. As pessoas estavam assistindo politica, e como se não bastasse darmos conta de quem são esses deputados, conhecemos também suas famílias e suas religiões, até seus melhores amigos, tudo, tudo. Menos suas ideias. Vocês sabem, as ideias estão nas propagandas... O trabalho, se é que haja trabalho, é sempre por interesses próprios: família, cachorro, papagaio e Papai do Céu.

Eu sinto vontade de chorar, quando vocês dizem que o "povo está mais esperto". A gritaria, a palhaçada, a briga, a vaia... O circo estava montado. Nada mais eletrizante para um bom brasileiro, que com a crise assolando o país, e uma perda inesquecível em campo, carecia de algo para torcer, para vibrar.

Certa manhã me levantei e ouvi pessoas dizendo: "ganhamos!". E fiquei me perguntando: Ganhamos o que?

De que lado nós estamos? Eu sou mulher, trabalho 8 horas por dia e fui vitima de um sistema educacional falido. Mas quando olho para nosso novo atual governo, eu vejo homens, ricos, com as mãos mais macias que minhas próprias, cabelo mais penteado que o meu. E eu não nasci filha deles, nem neta. Quem me dá voz? Quem me representa? São corruptos que gritam contra corrupção, atores atuando o roteiro que criaram para calar-nos.

Talvez o governo de Temer melhore a economia. O governo de Hitler foi muito bem aceito por também tirar a Alemanha de dificuldades financeiras. "- Mas pera aí, você quer compará-lo com nazistas?". Eu apenas quero ressaltar a fragilidade de um povo em crise. A fome e a necessidade deixa o povo miserável, não só de alimento, mas de ideias. E assim eles entopem nossa mente com o que lhe convém, e seremos obrigados a aceitar.

Quero pedir a todos que não aceitem! Não acreditem que um golpe sujo, que um sorrisinho de canto da boca, é a solução do nosso Brasil. Esse é o mesmo que clamar guerra por paz. A verdade é que elegemos palhaços e ladrões, imprimindo nosso retrato deprimente ao redor do mundo, depois vamos às ruas reclamar que nos tratam como bobos em um país pobre e violento. Apenas não acreditem na atuação deles. 

Eu vou comemorar quando gritarmos todos juntos: "Encontramos!". Eu não me importo de qual lado você está. No fundo não quero que estejam errados. Pois se as coisas piorarem, todos nós perdemos, como sempre estivemos no negativo. Existem apenas dois caminhos. O certo e o errado. Coloque-se à escuta. Coloque-se no lugar do negro que sofre racismo. Coloque-se no lugar do gay que sofre homofobia. Coloque-se no lugar da mulher que é estrupada por ter que voltar do serviço tarde. Coloque-se no lugar dessa gente que não tem educação, que não tem saúde, que não tem emprego. Olhe para nossa Natureza. Só então me responda: O que é justiça? O que é ser humano? Encontre a resposta, encontre a paz, encontre nossa democracia perdida.

Em frente: Política não se torce, se discute! Se você acredita em mudança: Mude primeiro.